Quarta-feira, 2 de Julho de 2008
extorsão

 

Escrevo para poder extrair de dentro do peito apertado os sentimentos e emoções que não sabem o que fazer dentro de mim. Quem sabe lá fora eles não sejam mais felizes. Dentro de um corpo que nem o meu até o mais insistente sentimento de amor e felicidade se cansam.
Isso soa tão dramático quanto meus dias têm sido. Ter um sentimento novo dentro de mim é totalmente desconfortável, eu me sinto mal por sentir algo que seria bom. Tão desconfortável que me faz chorar. Sempre fora um choro interno, mas parece que agora a dor é insuportável, não consigo mais controlar os sentimentos. Não é que eu não gosto deles eu simplesmente não consigo suportar. Meu corpo parece rejeitar essa felicidade. Parece sal em uma lesma.
Entre várias coisas para escrever tenho que escrever sobre isso, é o único jeito que conheço para aliviar essa angustia. Já cheguei a ficar acordada a noite toda destrinchando esses sentimentos o porquê deles, de onde vinha e por que motivos. Tive um grande avanço. Duvidar e questionar os sentimentos é realmente significante. Na maior parte das vezes quando eu faço isso parece uma limpeza no HD. Tudo o que é temporário vai embora, os que podem me servir no futuro deixo em uma pasta oculta e o essencial fica na área de trabalho.
Mas no final das contas é melhor assim.


publicado por lastnight às 01:16
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

ligo o rádio e blá blá blá
pesquisar
 
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

sussurre as palavras fina...

extorsão

interior amargo

felicidade nua

misantropia ou filantropi...

rotina de ambição

(des)honesto

saudades

há anos

hell yeah

arquivos

Junho 2009

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds